"Speak softly and carry a big stick" Theodore Roosevelt

.posts recentes

. Subtilezas

. Não, não é estranho

. Mas que espécie de gente ...

. Fátima 2009

. Quanto mais se baixa mais...

. A Igreja e o Mundo

. As palavras do Cardeal

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

Quarta-feira, 31 de Março de 2010

Subtilezas

Curioso post de João Miranda no Blasfémias.
publicado por bmptavares às 02:57
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Março de 2010

Não, não é estranho

Deixo aqui o link de um artigo de Helena Matos no blog Blasfémias, relativo à forma como têm sido noticiados os casos de pedofilia dentro da Igreja Católica. É um artigo pequeno mas que deixa bem claro como discretas e subtis alterações na linguagem podem fazer uma grande diferença e revelar toda uma forma de pensar.

 

blasfemias.net/2010/03/13/e-estranho/

 

 

publicado por bmptavares às 04:19
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 26 de Dezembro de 2009

Mas que espécie de gente é esta?

A caminho do altar para celebrar a Missa do Galo o Papa é abalroado e puxado por uma mulher. O Papa cai desamparado mas não sofre qualquer ferimento. Um dos cardeiais que seguia no cortejo ficou ligeiramente ferido mas necessitou de tratamento hospitalar. A jovem foi detida e, aparentemente, vai ser sujeita a tratamento psicológico compulsivo por sete dias. Qualquer pessoa de bom senso considera o acto senão loucura, pelo menos despropositado. Infelizmente, existem por aí muitos energúmenos que se divertem candidamente a observar a queda de um homem de 80 anos. O site "Susana Maiolo Fans Club" com o nome da ítalo-suíça de 25 anos aparentemente desequilibrada que rompeu quinta-feira à noite as barreiras de segurança para se aproximar do Papa e tombá-lo, juntou mais de 150 pessoas até esta tarde.

Parece-me que, mais do que a desgraçada da Susana, há por aí muita gente e necessitar de tratamento psiquiátrico.

publicado por bmptavares às 20:43
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

Fátima 2009

Procissão das velas - Fátima 2009

 

Uma das mais emocionantes demonstrações de fé do mundo...

 

publicado por bmptavares às 03:23
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

Quanto mais se baixa mais mostra o ...

 

Ao que parece o senhor da fotografia acima (Anders Fogh Rasmussen, ex-primeiro ministro dinamarquês) quer muito um empregozinho na NATO. Quer tanto que não teve nenhum pudor em rebaixar-se, rebaixar o seu país, rebaixar a Europa com umas desculpas vergonhosas à Turquia por causa do famigerado cartoon. As suas desculpas são, antes de mais, um rigoroso retrato do carácter e da estatura política do sujeito. Mas, mais do que isso, representam o desprezo do "novo homem europeu" pelos valores com que se construiu o maior e mais duradouro espaço de liberdade do planeta (as democracias liberais). Este senhor pediu desculpas por viver num país que respeita a liberdade de expressão e que separa os assuntos de Estado dos assuntos religiosos.

 

 

Por outro lado, esta situação só vem demonstrar que a Turquia não está preparada para fazer parte da União Europeia, por muito que isso custe a algumas almas bem intencionadas. Um país que não respeita as regras mais básicas da construção europeia (respeito pelas liberdades dos indivíduos, separação de Igreja e Estado, tolerância) não pode fazer parte dessa construção.

 

publicado por bmptavares às 02:11
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Março de 2009

A Igreja e o Mundo

Confesso que estava a ficar preocupado. É que já se tinham passado alguns dias sobre o post acerca da visista do Papa a África e nada. Nem um comentário. Geralmente, este é um assunto popular no que toca a discussões. Como este é um blog modesto, os comentários foram poucos... mas bons. Entre a concordância de Farroscal II e o elegante desacordo de Inframodal, a coisa compôs-se.

 

Até houve um comentário descabelado, como sempre há quando se discutem estes assuntos. Acontece que estes são aqueles que me causam mais gozo, porque utilizam os argumentos mais parolos e vulgares, confundem alhos com bugalhos e, muito facilmente, perdem a razão. Não percebem que o discurso da Igreja é, sobretudo, uma proposta moral. Cabe às pessoas (todas as pessoas) aceitarem ou não essa proposta. E mesmo criticar essa proposta se esta lhes parece descabida. O que não podem é negar as evidências: a Igreja Católica é a mais activa e interventiva instituição a trabalhar em África. Os missionários enfrentam perigos diversos para acudir a uma população abandonada pelos seus próprios governos. Muitos são assassinados sem que haja uma voz que se levante, sem que haja uma notícia no jornal. A maioria das escolas e dos hospitais funcionam através da acção da Igreja. Acusa-se a Igreja de obras sumptuárias na construção de basílicas sem saber que a maior parte do dinheiro recolhido é empregue em obras de cariz social. A Igreja poderia fazer mais? Certamente. Todos nós poderíamos fazer mais.

Sou católico. Penso que a doutrina basilar da Igreja e a figura de Cristo são aquelas que mais inspiram ao bem. No entanto, há muitas coisas com as quais não concordo. Isso não faz de mim melhor ou pior católco, porque a Igreja acolhe todos (sobretudo os mais fracos e os pecadores). Concedo que, aos olhos do mundo actual, haja muita coisas que parecem despropositadamente ultrapassadas.  Mas a função da Igreja não é a de um partido político, que necessita de se moldar ao que é "popular" em dado momento. O que eu não posso tolerar é atacar-se a Igreja naquilo que ela tem de mais cristão (no sentido de ser emanado de Cristo): é a ajuda desinteressada aos mais fracos e necessitados, é o dar a vida pelo bem dos outros, é o perdoar sempre. Infelizmente, é mais do que a maioria de nós pode almejar.

 

 

publicado por bmptavares às 01:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

As palavras do Cardeal

Se o Cardeal devia ter dito o que disse e da forma como disse ou se o teria dito noutras circunstâncias é absolutamente secundário. A questão essencial é: disse alguma mentira?

Alguém tem conhecimento de algum gesto e/ou movimento sério da parte dos líderes religiosos muçulmanos de apelo ao diálogo? Mesmo os mais moderados, aqueles que frequentam os encontros ecuménicos, nunca tomam a iniciativa (as razões são várias: podem ir da inércia simples ao medo). Esses encontros são sempre dirigidos pelas igrejas ocidentais.

É ou não verdade, que as mulheres não muçulmanas casadas com muçulmanos se devem submeter à religião do marido? É ou não verdade que todos os direitos adquiridos pelas mulheres ocidentais não são respeitados nos países muçulmanos?

 

E, já agora, os guardiães do politicamente correcto não se mostram tão preocupados com a intolerância quando a Igreja Católica é enxovalhada por toda espécie de maltrapilhos intelectuais e arremedos de artistas, pois não? Ou será porque sabem que com as igrejas ocidentais não correm o risco de levar com um fanático artilhado com explosivos?

publicado por bmptavares às 20:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
25
26
28
29
30

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds