"Speak softly and carry a big stick" Theodore Roosevelt

.posts recentes

. ...

. Subtilezas

. O Incrível Hulk

. Quando a Arte era Arte 4 ...

. Stars

. Às escuras

. Al Capone

. Anda tudo maluco

. I beg your pardon?

. Não, não é estranho

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

Terça-feira, 27 de Janeiro de 2009

Caso Freeport

Não vale a pena tecer muitos comentários sobre o assunto. Seguem algumas impressões.

 

- mais do que tudo, sente-se uma certa tensão. Há um incómodo na comunicação social em seguir o caso e em dar nomes aos protagonistas;

 

- é uma situação nova termos uma alta figura do Estado sob tamanha suspeita;

 

- mostra a profunda promiscuidade que existe nos negócios do Estado;

 

- mostra o Primeiro-Ministro indeciso entre a vitimização e a serenidade;

 

- demonstra a falta de vergonha dos políticos, em geral, uma vez que não se coíbem de fazer alterações e aprovações nas vésperas de eleições (este é apenas mais um entre outros casos);

 

- mostra que, numa situação semelhante (Moderna), Paulo Portas foi crucificado pelos adversários e pela comunicação social que, curiosamente ou não, se mantêm cuidadosos nas declarações e nas intenções;

 

- para quem ainda não sabia: a família só nos traz problemas (com tios e primos deste calibre ninguém precisa de inimigos);

 

- Pedro Silva Pereira está, de facto, cada vez mais parecido com Sócrates. Estão tão parecidos que nenhum se lembra da data da reunião com os promotores do empreendimento

publicado por bmptavares às 02:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
25
26
28
29
30

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds