"Speak softly and carry a big stick" Theodore Roosevelt

.posts recentes

. ...

. Subtilezas

. O Incrível Hulk

. Quando a Arte era Arte 4 ...

. Stars

. Às escuras

. Al Capone

. Anda tudo maluco

. I beg your pardon?

. Não, não é estranho

.arquivos

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009

Obama Presidente IV

Depois de ler atentamente o discurso de Obama, tenho alguns comentários:

 

- o grande e natural objectivo de Obama é defender os interesses americanos;

 

- não vai haver concessões a terroristas de diversas extirpes;

 

- não há socialismo na América (a sua própria natureza o impede); o capitalismo é sinónimo de liberdade e essa é a grande base dos EUA;

 

- discurso morno, pouco entusiasmante para os milhões de apoiantes;

 

- daqui a uns meses serão os críticos de Obama a defendê-lo e os seus apoiantes de ocasião a abandoná-lo;

 

- a Europa em breve encontrará novos pretextos para deixar Obama desapoiado.

publicado por bmptavares às 16:40
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

Obama Presidente III

 

 

 

publicado por bmptavares às 17:37
link do post | comentar | favorito
|

Obama Presidente II

Acabo de ouvir o discurso de Barack Obama. E sorri, ao pensar nos apoiantes portugueses do novo Presidente. Fala de patriotismo e de fé (conceitos que, normalmente, causam urticária muita gente). Fala da responsabilidade que cada um deve assumir. Para quem tinha dúvidas fica ainda claro que Obama, antes de tudo, defenderá os interesses americanos, em qualquer parte do Mundo

 

Das duas uma: ou esses apoiantes escutam apenas  aquilo que é superficial ou não fazem ideia do que é a América e de quem é Obama. Desconfio que se trata de uma mistura das duas.

 

Outra nota: é impressão minha ou o discurso não causou o entusiasmo que se esperava?

publicado por bmptavares às 17:28
link do post | comentar | favorito
|

Obama Presidente

A esta hora Barack Obama já é Presidente dos Estados Unidos da América. Não é segredo que não padeço da histeria colectiva que tomou conta da América e do resto do Mundo. O único Messias em que acredito é Nosso Senhor Jesus Cristo (e, mesmo assim, às vezes, até Esse parece falhar), por isso temo que muitos apoiantes fiquem desiludidos. As desilusões são tanto maiores quanto maior é a expectativa. Há algum tempo chamei a Obama o "Lula da América" porque, tal como o Presidente brasileiro, também Obama promete mais do que pode cumprir.

Neste dia, apenas desejo sorte e discernimento para enfrentar os desafios e dificuldades que tem pela frente.

tags:
publicado por bmptavares às 17:21
link do post | comentar | favorito
|

Quando os carros eram carros XV

Lagonda LG6 Drophead Coupe (1938)

 

Mais uma semana de neve e frio em Portugal. Hoje Proença-a-Nova amanheceu coberta de neve, coisa que já não acontecia há alguns anos.

Proponho mais algumas emissões virtuais para aquecer o ambiente.

 

publicado por bmptavares às 17:12
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

Cuba Libre

 

 

 

Com o alto patrocínio da FENPROF e do professor Mário Nogueira, a Embaixada de Cuba em Lisboa comemora os 50 Anos da Revolução, promovendo um concurso dirigido a crianças e jovens. O prémio: uma viagem a Cuba. Os temas: coisas bonitas, pá, como "Che, o guerrilheiro heróico" ou "Os Cinco Heróis - jovens lutadores, prisioneiros nos EUA". A gente ri-se mas o assunto é sério: um sindicato, que representa milhares de professores acha que o sistema político em Cuba se aproxima do paraíso na Terra e que só não é melhor por culpa do bloqueio americano.

Mário Nogueira diz que o sindicato está solidário com um povo que tem sido massacrado com o bloqueio e que, por isso, acha natural o apoio prestado. Mas há mais: um tal Luís Lobo, membro do Secretariado Nacional diz: "Achámos a iniciativa interessante, para os estudantes saberem quem foi Che Guevara: ele foi um herói, um revolucionário". E um assassino sanguinário, já agora, com um gosto particular por fuzilamentos. Segue a alucinação: "O bloqueio americano está a prejudicar os cidadãos cubanos, sobretudo na educação". Mais à frente, esclarece que a FENPROF participa "no maior congresso de pedagocia do mundo (não faz por menos) organizado por Cuba (isto, realmente, explica muita coisa...), onde se discute o que existe de mais avançado em educação no mundo".

Ó homem, decida-se: ou bem que os cubanos têm uma educação de merda, à conta do bloqueio, ou bem que têm o que há de mais avançado no mundo (se bem que, desconfio, as duas coisas sejam uma só).

A coisa torna-se tão sórdida e grotesca que até o desgraçado que ganhou o concurso teve que ser submetido a uma entrevista pessoal, assim ao bom estilo estalinista. Aparentemente, a criatura passou no exame e já tem viagem marcada para Cuba.

 

Por esta ordem de ideias, qualquer dia temos aí concursos semelhantes, com bonitos e estimulantes temas: "Conhece, agora, os amanhãs que cantam, em Pyongyang" ou "Hugo Chávez, o arauto da Democracia Sul-Americana" ou ainda "Laos - o lado certo do Sudeste Asiático".

Num país decente, qualquer sindicato ou outro organismo com responsabilidades sociais tão extensas, que defendesse de forma tão desabrida e acrítica um regime totalitário, seria fortemente censurado. Aqui, é apenas um "fait-divers", coisa sem importância. Cuba é o melhor dos mundos: não há presos políticos, não há medo e fome, não houve fuzilamentos, não há fugas desesperadas, nem uma total falta de liberdade. Não há nada disso e Guevara e Fidel são heróis democratas.

Deve ser por isso que milhares de portugueses adoram passar férias em Cuba. As ditaduras devem ter um certo charme para quem vive em democracia, principalmente se forem vistas de um resort de luxo, onde os cidadãos do país não estão autorizados a entrar (parece que agora lhes foi concedida essa graça). Para um país sem vergonha, sindicatos à altura.

 

publicado por bmptavares às 21:24
link do post | comentar | favorito
|

Adeus a Bush

 

 

Uma das inúmeras vantagens da Democracia é que, ao fim de um certo tempo, os governantes mudam. E só por esse facto Bush e a América deviam merecer um pouco mais de respeito. Ao contrário dos seus "desafectos" (Chávez, Castro, Ahmadinejad, Kim Jong-Il) Bush não pode nem quer eternizar-se no poder. Por muito mau que seja, todos sabemos que nos livraremos dele, na data marcada e que ele regressará ao Texas. O que é mais do que podemos esperar de qualquer um dos outros.

Confesso alguma simpatia por Bush. Não tanto por razões estritamente ideológicas, mais circunstanciais:

1) Aconteceu no seu mandato algo que nunca havia acontecido antes (pelo menos com as mesmas dimensões: o 11 de Setembro. Pergunto-me como reagiriam certos líderes europeus a semelhante acto...;

 

2) este acontecimento requeria uma reacção (pedida pelos próprios cidadãos americanos) á qual ele não se furtou;

 

3) Saddam Hussein gozava impunemente com a ONU. Os países europeus valiam (e valem) zero, nestes casos. Alguém tinha que o meter na ordem;

 

4) foi vítima dos mais infames ataques pessoais de que tenho memória ( a este respeito basta pensar o que sucederia se se dissesse sobre Sócrates metade do que se disse sobre Bush), vindos da gente mais rasteira que este planeta já pariu;

 

5) possui um notável sentido de humor. Poucos políticos têm capacidade para se rirem de si próprios e das suas "gaffes". Essa capacidade é um sinal de inteligência e não de boçalidade, como tantos quiseram fazer crer.

 

No fim, teremos saudades de Bush. É que quando não houver Bush para culpar, teremos que enfrentar as nossas próprias culpas. Não sei se estaremos à altura.

 

tags:
publicado por bmptavares às 21:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 17 de Janeiro de 2009

And now something completely different...

 

"No Cars Go" - Arcade Fire

tags:
publicado por bmptavares às 06:21
link do post | comentar | favorito
|

Tomada de Posse

No próximo Domingo começam as cerimónias oficiais da tomada de posse de Barack Obama. Começa também a ladaínha insuportável dos jornais televisivos. Durante pelo menos uma semana vamos até ficar a saber de que cor são as cuecas do homem. Pior do que isso é ouvir toda a sorte de "analistas" e "comentadores" a tecerem opiniões sobre assuntos que não dominam. Aproximam-se uns serões longos. Haja Deus e um mp3 por perto.

publicado por bmptavares às 06:12
link do post | comentar | favorito
|

Quando os carros eram carros XIV

Chrysler Imperial Phaeton LeBaron (1933)

 

Auburn  852 Supercharged Eight (1936)

 

Em solidariedade com os nossos amigos americanos que, como é do conhecimento geral, são os maiores responsáveis pelo aquecimento global (e por todo o Mal à face da terra) e, por isso, devem sofrer com ele.

Tomem lá 40º C... ah, é verdade, negativos...

 

 

 

 

 

 

publicado por bmptavares às 06:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
25
26
28
29
30

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds